Como você escolhe o restaurante quando viaja? - Mai/02

Voltar

A Revista Turismo fez esta pesquisa entre os meses de março e abril de 2002 e teve a participação de 140 pessoas que votaram e deram suas opiniões.

De acordo com os números, as pessoas confiam mais na indicação de amigos ou de algum morador local. Atingiu uma porcentagem de 45% dos votos. As pessoas tem mais confiança na opinião de um amigo que teoricamente não iria passar nenhuma informação ou dica incorreta. Por ser um amigo, dará as melhores dicas que ele puder.

A mesma coisa se aplica a um morado local. As pessoa que mais conhece como realmente é o local é alguém que convive sempre lá. Alguém que sempre faz suas refeições nos estabelecimentos locais já conhece os donos, se o lugar é bem freqüentado, a qualidade dos serviços, etc. Aliás, as informações que moradores locais podem passar não se restringe apenas à restaurantes, mas a todos os tipos de locais. São uma excelente fonte de informação.

38,57% das pessoas que votaram na pesquisa acreditam que dependem apenas de si para achar um local agradável de que gostarão. É difícil confiar na opinião de outras pessoas. Por mais bem intencionado que outras pessoas são, ninguém pode dizer com certeza se você irá gostar do local. Cada pessoa neste mundo tem personalidades e gostos totalmente diferentes e únicos. O que é bom para uma pessoa pode não ser bom para outra e vice-versa. Com isso, essas internautas preferem dar aquele "passeio", observando os restaurantes, seguindo seus instintos.

As outras duas opções não foram muito votadas, o que significa que dificilmente os turistas seguem as informações divulgadas em guias de viagens ou agências de viagens. De acordo com a pesquisa, o item "Peço a indicação de alguém que conheça o destino ou de um morador" e "Levo um bom guia" tiveram 10% e 6,43% respectivamente, o que significa um total de 16,43%. Este percentual não é nem a metade da 2ºposição.

Há uma certa incredulidade neste tipo de informação pois são informações pagas. Os restaurantes ou estabelecimentos publicados em guias pagaram para que o editor fale bem do local, o que não significa que o local seja realmente bom.  Apesar disto, existem críticos e guias onde realmente expressam a opinião sincera de profissionais do turismo avaliando  qualidade do local.

Obrigado a todos que gentilmente responderam esta pesquisa e boa refeição em suas viagens!

Reportagem: Wagner Vieira

Voltar