Compare Produtos, Lojas e Preços
Negócios

Gerenciamento do Lazer - O Desafio do Novo Milênio

Voltar

Cada dia os fatores para que o tempo livre aumente e os países que souberem direcionar e gerenciar o tempo livre e o lazer serão vencedores neste novo milênio.

A ação combinada destes fatores – progresso tecnológico, desenvolvimento organizacional, globalização, emergência dos países subdesenvolvidos – implica que as pessoas à procura de trabalho serão sempre mais numerosas em proporção ao trabalho disponível. Resultará uma redistribuição do trabalho por meio de jornada parcial ou horário reduzido o que aumentará o tempo livre de cada indivíduo.

A melhoria nos padrões de vida tem aumentado a média de vida e o número de trabalhadores com férias remuneradas o que tem refletido principalmente na redução da vida de trabalho de uma pessoa, particularmente importantes para a demanda do turismo.

A facilidade tecnológica crescente facilitando o trabalho - inclusive sem locomoção de sua residência - assim como a falta de segurança nas grandes cidade aumenta o tempo livre de milhares de trabalhadores ( e sua família) disponíveis para o mercado de turismo.

Com o aumento da expectativa de vida e a melhoria das condições de trabalho as pessoas se aposentam mais cedo, com mais saúde, renda e vontade de viajar: é o Turismo da Terceira Idade.

Nos países desenvolvidos, o conceito de "segundas férias" é bem estabelecido, principalmente com pacotes de eventos especiais e finais de semana. No Brasil ainda estamos partindo para o estabelecimento deste fluxo turístico mais organizado e com um gerenciamento efetivo.

O tempo livre pode transformar-se em violência, neurose, vício, desprezo, consumismo e preguiça. É neste exato momento que uma ação conjunta Sociedade & Governo podem aproveitar para alavancar o turismo gerenciando melhor o tempo livre dos consumidores de entretenimento, melhorando a renda per capita das cidades e diminuindo a violência.O tempo livre também pode significar arte, a introspecção, a criatividade, a liberdade e principalmente aumento de turismo no país.

O turismo pode significar uma melhor distribuição de renda no país, haja vista o aumento de recursos no Nordeste nos meses de Festas Juninas regionais e Festas Populares conhecidas no Brasil e no exterior. O Governo pode e deve estimular o turismo nacional porque aos benefícios só significam melhoria das condições de vida da população brasileira.

Todas as instituições se preocupam principalmente em educar os jovens para o trabalho e ninguém se encarrega de educa-lo para o tempo livre. O tempo livre do jovem brasileiro pode ser utilizado na prática de atividades esportivas, culturais e de lazer ou se transformar num trabalho de Guia Local ou de Guia Ecológico ou Guia de Lazer de Hotéis. 

Para evitar que o ócio crescente se transforme em patologia social, é necessário a conscientização da sociedade para o gerenciamento das atividades desenvolvidas no tempo livre de cada pessoa e se isto se transformar em busca de clientes para o nosso imenso potencial turístico será melhor para o Brasil.

Reportagem: Dagmar Sodré Nunes

Voltar