Capítulo X - Conversando com o Guardian

Voltar

ALGUMAS DICAS

Bem Xará, vamos abaixo colocar algumas sugestões, idéias e outras informações, coisas por vezes praticas que poderão auxiliá-lo no inicio de seu cruzeiro. O importante é você estar sempre de antenas ligadas, percebendo tudo o que está acontecendo a sua volta, se estiver atento é muito fácil de notar e sua visão estará vendo muito mais longe ,como dizemos visão de farol alto.

Para você que agora já sabe ler as coisas , pingo é letra!!!!!!

1- LIVROS: livro no veleiro, tem que ser escolhido a dedo, pois é pesado nos dois sentidos, no veleiro e no bolso. Assim, só compre coisa importante e fundamental.

2- CARTAS NÁUTICAS: As cartas náuticas originais são caras e se usa num trecho e depois acaba, assim, o grande negocio é fazer copia xerox. Hoje existem maquinas que copiam as cartas no tamanho real e perfeitas. Com os amigos cruzeiristas, sua família, você consegue elas emprestadas e faz a copia. Isto salva uma grana preta!!!!!!

As originais estão na faixa de US$15 a 20, e a copia fica entorno de US$ 1 ou 2 ,em media 10% do valor, você estará lucrando muito.

Lembre-se que o custo de uma carta original corresponde a 10 cartas copiadas!!!!!

Nas copias das cartas junte a garotada e com lápis ou pilot colorido faca os contornos dos acidentes, dos pontos notáveis ou seja de uma colorida a seu gosto e você verá que ficam muito boas e personalizadas a cara do seu veleiro.

Existem também as cartas em CD-Rom, programas fantásticos, que fornecem todas as cartas de todos os locais do mundo, alem de horário da maré num determinado local e instante e muita coisa mais. As mais utilizadas são a Capitan Chart e a Tsunami, todavia existem muitas. Isto também economiza em muito.

3 - GUIAS NÁUTICOS: Do mesmo modo faca isto com os Guias Náuticos, dos trechos que estará velejando é meio pirataria e o coitado do autor pode levar um prejuízo . Assim o ideal é você comprar os seus próprios guias náuticos e tê-los consigo com as anotações importantes e nomes dos locais que você esteve, a data, o melhor contato no local, os amigos que fez, quais os veleiros que encontrou ou que o acompanhou, enfim, os fatos mais importantes.

Você anexando isto ao próprio guia na seção pertinente, o que ocorrera éque estará com todo o material bem organizado para no futuro escrever o seu livro. Através do diário de bordo, muita coisa se perde e acaba-se esquecendo, por vezes informações preciosas se perdem e que poderiam a vir ser de grande valia no futuro para outros cruzeiristas.

4- Existem livros que são obrigatórios ter a bordo:

O Passages & Routes of the World, do Jimmy Cornell, é um deles, te diz tudo, épocas de travessias, os melhores rumos, dados importantes, coordenadas, os waipoints, distancias entre portos, é a Biblia!!!!!!

Alias visite o site do Jimmy Cornell que vale a pena:

www.noonsite.com

Estabeleça alguns padrões, seus e de seu veleiro, faca seu Livro de Visitas próprio, o Livro de Manutenção, o Diário de Bordo, enfim tudo que puder bolar personalizado, é muito importante é um grande incentivo.

Todos estes livros devem ser rotina a bordo pois é a sua historia e parte das mais importantes de sua vida e você não vai querer que isto caia no esquecimento.

5 - Camera fotográfica:

Uma câmera fotográfica é fundamental, ai é a vontade do freguês, tem coisa muito boa digital e também as tradicionais que com um bom scanner a bordo suas imagens tem ótima definição. Tudo deve estar registrado, em disquete ou CD-Rom ou mesmo em álbum tradicional.
Hoje a experiência já nos ensinou que em disquete ou CD-Rom é bem mais fácil guardar, arquivar e enviar para o Brasil. Os álbuns tradicionais alem de ocupar muito espaço ainda sofrem influencia da umidade e são pesados.

Filmadora é outro equipamento muito importante e ai tem que ser digital pequena e do melhor padrão. É recomendável que seja da Sony e 3 ccd.

é caro ,mais no futuro você verá a grande vantagem. Quando começamos a viagem as câmeras digitais eram uma raridade e caríssimas. Usávamos uma da Panasonic que era um armário e as filmagens nunca tinham boa qualidade.

Agora isto já está superado, entretanto vale a dica.

6 - Eletronicos:

São como “bibelos”, todo o cuidado é pouco, a manutenção deve ser muita e constante. Tenha 2 de tudo e, se possível, 3 GPS, um plotter, um no cockpit e um de reserva. Podendo ser usado com 12 volts ou pilhas comuns.
Aqui fora GPS é baratinho, é encontrado de todo o tipo e feitio.

Dois ecobatimetros, um bom radio VHF com todos os canais , um VHF móvel, para se comunicar com o veleiro quando alguém estiver em terra.
Um radio SSB/AMADOR, a linha da ICOM /700 é excelente.

7-O Motor:

Este é o coração , ele tem que estar sempre perfeito, óleo, correias, filtros, todas as pecas pequenas, como mangueiras etc se deve ter de reposição imediata.
é igual jogo de futebol , marcar o adversário em cima não dar chance.
Tenha um livro próprio para seu motor e anote tudo, troca de óleo, com quantas horas, correias, etc, pecas que adquiriu nova onde e o custo.
Quando necessitou de um mecânico, qual o serviço que ele fez, como foi o custo etc, No futuro se der um problema igual, você poderá ate solucionar, porem se faltar uma ferramenta especial saberá qual o custo do serviço.

8- Ferramentas:

Tenha todas, possíveis e imaginarias, quanto a maquinas o mesmo pensar. Hoje elas já vem com baterias recarregáveis, e você não limita seu uso pelo fio. Nos temos maquinas de montão e sempre que aparece uma oportunidade um lance baratinho adquirimos. Você devera ter a bordo uma oficina de fazer inveja a qualquer um. Isto é questão de segurança e pode ter certeza poderá tirar você de um “sufoco” brabo!!!!!!

A linha MAKITA, em maquinario, é imbativel!!!!!!

Parafusos, manilhas, braçadeiras, etc, tudo em aço inox, e do melhor padrão. Quando for comprar leva um ima deste comuns, se o metal agarrar no ima não é aço inox, se manda rapidinho que o lance é picaretagem!!!!! Existem braçadeiras plásticas que são fantásticas e quebram qualquer galho, mais ate que macaco pesado!!!!!

Estes materiais miúdos, traga eles sempre em caixas plásticas etiquetadas por fora, com uma amostra do que tem em seu interior.
Depois com o tempo você e sua tripulação saberão de cor onde estão as coisas. Agora nunca mude nada de lugar e não deixe ninguém fazer isto, senão acaba se tornando um festival de mudanças e nunca se acha mais nada.

Aquele lance que aqui ficou mais bonitinho, simpático, na hora da necessidade é zebra na certa,

9- Faca as suas regras que devem ser rígidas e obedecidas rigorosamente, não faz mal que te chamem de chato, tá ficando velho , etc... A galera jovem, acostumada a empregada, jogar tudo pros lados que depois alguém recolhe, no veleiro “neca de pitibiribas” , desde o começo devem ir se acostumando no caminho certo.

Você é o Capitão , faca as suas regras e firme-se nelas. O pessoal acaba se acostumando. Nesse particular a voz da “Almiranta”, é fundamental, pois ela quer a casinha dela sempre arrumada, cheirosa e tudo limpinho!!!!!!

10- Visite outros veleiros, veja as soluções adotadas, as dicas, as sugestões para assuntos específicos seus. Cruzeiristas são pessoas amigas iguais a você. Te darão todas as informações e ate presentes, que para seu cruzeiro serão muito úteis. Depois com o tempo e no futuro, você acabara fazendo a mesma coisa, a lei do retorno, sabe como é!!!!!!

11- Já conversamos sobre gerador e frigobar, qual a nossa opcao, agora é com você. A decisão é sua, ouça com atenção todas as sugestões e tire as suas conclusões.

Agora, navegador de ponta de cais, velejador experiente de varanda de clube, dá um sorriso e pula fora rapidinho. é fria ,só dão pitaco para se mostrar e pousar de velejador dos 7 mares, que só velejam em copo de cerveja. Sugestão desta mocada é prejuízo na certa!!!!!!!!
Finja que não ouviu ,ou que concorda e se escafeda o quanto antes.

12-MAPA DA VIAGEM: Procure fazer um mapa 3B de sua viagem e coloque lá o seu cruzeiro todo, a sua rota verdadeira, datas, nomes dos locais. Você já viu a foto do nosso no salão, já tem uma idéia.

Não se esqueça, que deve ser em material durável, papel ou algo assim só palstificado e bem. O ideal é em acrílico que é para toda a vida.

13- Computação a bordo:

Tenha um bom computador, o laptop é menor mais fácil de carregar, mas também e mais caro. Se achar que a grana tá curta , não faz mal, instale um desktop mesmo, depois com o tempo as coisas se arranjam.

Você estará ligado com programas náuticos, cartas do mundo todo, pode usar o computador para tudo, interfaceá-lo com o GPS, Piloto Automático, receber Fax do Tempo, via SSB, alem de poder ter todos os seus arquivos de manutenção, diário de bordo, etc, no computador.

Quanto a e-mails, bem ai a coisa é outra.

Primeiro você precisara de um telefone de satélite, que é caro, o minuto de transmissão é uma paulada na moleira!!!!!

Segundo, tem um problema muito mais serio. No seu arquivo está todo o seu cruzeiro, entra um engraçadinho com vírus e daí que você ache resolva a situação etc.. olha ai o problema.

Nos optamos por utilizar sempre, os Internet- cafés, sai mais barato, e sem riscos para o equipamento de bordo.

14- um fator de fundamental importância, deixe as coisas irem acontecendo normalmente, não fique nervoso, assodado, querendo fazer tudo num dia, olha o que O Pequeno Guardian dizia;

- Tudo a seu tempo......tudo a seu tempo......

15- Preste muita atenção na parte financeira, de preferência divida esta responsabilidade com a Almiranta, as tentações são terríveis!!!
é a melhor coisa que deve fazer, pois sozinho ira ter sustos terríveis e com a companheira do lado sempre é um freio e um alerta.

Evitar dar uma de “macaco em loja de loucas”, sair botando a mão em tudo. As coisas sempre estarão lá’ a sua disposição e, com o passar do tempo, ate ficarão mais baratas, alem de mais aperfeiçoadas.

16- Antes de sair para o cruzeiro, fazer um tratamento geral nos dentes, um checkup geral . Isto ai no Brasil alem de ser bem mais barato é muito melhor.
Aqui fora medicina é coisa pelos olhos da cara, e não está lá’ com esta bola tão cheia. No Brasil, com aquele dentista amigo, e o medico do peito fica tudo bem melhor.

Ter a bordo um bom livro do tipo: “O Medico em Casa”!!!!!
Com os sintomas das doenças , efeitos e tratamentos.

Fazer um bom Curso de Primeiros Socorros, nada de superficial, completo mesmo. é fundamental e, lógico, tudo que for necessário para um atendimento de urgência. A Farmácia de Bordo, deve ser completissima, com vistas sempre para a medicina preventiva e o atendimento de urgência.

A medicina preventiva é sagrada, assim todo mundo com as vacinas em dia, principalmente a antitetanica, todo o pessoal devidamente imunizado!!!!

Nos ate hoje só tivemos um acidente a bordo, a escota da Mestra bateu com toda forca na cabeça do Atila e apesar de ser corda deu um talho fundo. No momento estávamos negociando o passe de entrada em Fiji (o Porto de Suva) e optamos por evitar dar pontos, fazer uma sutura, colocamos ele deitado, colocamos um liquido coagulante para estancar o sangue ate ancorarmos.

O sangue já havia coagulado, fizemos a assepsia no local, um bom curativo com pomada cicatrizante e ficamos observando. Em 3 dias já estava tudo sob controle e ele já estava tomando banho de chuveiro. Banho de mar somente quando a ferida estiver totalmente cicatrizada, principalmente em águas de portos, que vem com todos os tipos de impurezas.

Alias a água do mar sempre infeciona a ferida rapidinho, face aos planctons e outros micro-organismos. Assim com qualquer ferimento o melhor remédio que usamos é o MERTHIOLATH incolor, que aqui fora não tem e soubemos no Brasil foi proibida a venda.

Para ferimentos em água salgada não há nada melhor!!!!!!

17 - Alimentação:

Este item é muito importante, sob todos os aspectos. Logo para começar, achou que a comida está com cheirinho esquisito, meio azedinha, lixeira de imediato!!!!!
Nem brinca, não prova e não arrisca!!!!!!
Pra que????? Ta tudo lá’ a disposição, na prateleira do mercado, na despensa de bordo, ou no mar!!!!!!

Tenha todos os tipos de alimentos que você esta acostumado. De inicio você gostara de não mudar o seu padrão de alimentação, depois com o tempo, sem sentir, ira se adequando a novos padrões e ira se rir muito.

A alimentação em cruzeiro, quando navegando, é para refazer as energias e não para se empanturrar , isto você poderá’ fazer, se o quiser, nos portos e marinas.

18- Uma boa TV a bordo ,com um DVD acoplado é um bom descanso. Nos portos está por dentro das noticias locais, um cineminha a bordo é sempre uma boa.
Nos já tivemos ,hoje optamos por ver os filmes no computador é mais rápido e um só equipamento resolve.

Um equipamento de som profissional é um paraíso. Desses de carro que a garotada ouve três quadras antes do carro fazer a curva para aparecer, é o ideal. Amplificadores e tudo mais que tenha direito, é algo fantástico, você estar numa noite enluarada no deck curtindo uma MPB. Nossa musica Xará, transportara você a sonhos e lembranças’ incríveis!!!!!!!

Um pequeno gravador de mão a pilha, a noite , no seu turno é indispensável, ajuda a passar o tempo, você vai conversando com seu veleiro, com suas idéias e aparecem surpresas incríveis, se não gravar, depois esquece e grandes momentos e idéias se perdem.

São nos turnos do João que damos a ele as boas idéias, conversamos e tudo está gravadinho, só não pode aparecer a minha voz que fico todo encabulado, ainda guardo aquele sotaque Yanke , que me faz morrer de vergonha. Quando ele de farra diz que está me gravando, fico mudo!!!!!

19- Nada de fazer instalações complicadas onde quer que seja. Técnicos especializados, bolacoes incríveis, isto é “faca de dois legumes”,(Acho que andei trocando as bolas)!!!!!! Tudo tem que ser de fácil manutenção, e de seu conhecimento ,ou da tripulação.
Pecas de reposição facilmente encontráveis, do contrario é grana que não acaba mais de sair do seu bolso, mão de obra especializada, aqui fora écara ,que você não faz nem idéia!!!!!

20- Seu veleiro deve ter entrada para 110 e 220volts e caso fique difícil, coisa improvável, instale um transformador possante para 4000 watts.
Você estará sempre em locais, na sua grande maioria, que utilizam o sistema de 220V, mas sabe como é, ai no Brasil que é um pais só tem de tudo, agora imagine no mundo!!!!!

Todos os equipamentos e maquinas elétricas etiquetadas com a potência de uso. Chegando a um porto, assim que ligar a forca de terra, coloca logo um enorme aviso no quadro de eletricidade:

“A FORCA AQUI é DE ........VOLTS”

21- Roupas molhadas de água salgada, quando não der para lavar com água doce e secar ao sol, colocar num saco plástico, fechar bem e levar para fora, não deixar em hipótese nenhuma dentro da cabine , assim, a noite os cristais de sal que trazem a umidade estarão lá fora e dentro da cabine tudo seco. Chegando ao porto imediatamente lavanderia em tudo!!!!!

22- Quando em travessias, sempre que puder colher água da chuva, e nunca , mais nunca mesmo, abrir o tanque pelo lado de fora, pois se entrar água salgada é um perigo terrível!!!!!!

Faca uma entrada secundaria no tanque , dentro da cabine, de fácil acesso e alimente por este local, com um sistema de sifão, vasos comunicantes, etc...

A água na travessia tem que sobrar e sempre, nada de banhos malucos de água doce a toda hora.

Por falta de banho nunca ninguém morreu!!!!!!

E a água do mar é uma beleza para se refrescar, se lembre que já conversamos sobre isto.

Em Fiji, quando estivemos na Marina de VUDA , em Lautoka chegou um veleiro resgatado cujo pessoal estava na tábua da beirada, saíram colhendo água da chuva e não provaram primeiro para ver o índice de salinidade, botaram direto no tanque, daí deu a maior zebra . A sorte é que estavam já chegando a Fiji e foram resgatados por um pesqueiro.

Assim Xará, antes de sair logo colocando a água da chuva no tanque, da uma provada, veja o grau de salinidade. Isto é muito fácil e resolve todos os problemas!!!!!

23- Um joguinho de Xadrez, Dama, Majong é um paraíso, agora tem tudo no computador, ate games formidáveis, facilita em muito a se distrair a noite e não enche o saco de ninguém.

24- O material de pesca de linha, impecável e tudo necessário para pesca de alto mar. Você terá comida fresca a todo tempo. Veleiro não faz barulho, não assusta peixe, pelo contrario e rebocando uma linha é pescaria fácil e das grandes. Você irá ter supresas e se divertir como nunca, mas se lembre, só apanhe o suficiente para se alimentar, o peixe está lá’ a sua disposição, só apanhe o que precisar.

Também tem um negocio, só pesque de dia. A noite, é perder tudo, tá escuro, e os grandes peixes, só comem a noite, alem de criar a chance de acidentes .

Os peixes adoram pegar as iscas artificiais, no amanhecer ou no entardecer, porem tem sempre aqueles que gostam de ser diferentes, assim, durante o dia, como quem não quer nada, deixa um linha na esteira.

Em muitos casos as supresas serão inesquecíveis!!!!!

Se você faz caca submarina, tenha sempre umas “cobra-ataques” ,muito bem cuidadas, com pecas de reposição e faca a manutenção você mesmo periodicamente. Sempre que possível lavá-las com água doce após os mergulhos e lubrificá-las.
As “Cobras”, armas Brasucas, são as melhores que conhecemos, a mocada fica aqui fora fica babando e já ocorreu de vendermos por US$1000!!!!!!!

É fonte de renda fácil!!!!!!!!

É uma pena que a COBRA não estabeleça parcerias e agilize as coisas para exportação, ganharia muita grana!!!!!!

Faca um bom Curso de Mergulho Autonomo, e fique com o certificado na mão, mas aprenda tudinho, tabelas de descompressao, mergulhos sucessivos, etc... é útil e importante, para qualquer serviço no casco de seu veleiro, fazer boas filmagens ou fotos submarinas. E compre o equipamento de mergulho aqui fora , que você irá encontrar cada “molezinhá que nem vai acreditar!!!!!

25- Trabalho nas velas, só de dia, a noite é relaxar, não abra mão disto, por questão de segurança. Como você já esta‘ sabedor do tempo que vira a sua frente, deixa as velas armadas para ele, não force nunca a barra, você está velejando em cruzeiro e não em regata, não leve de forma alguma seu veleiro a condições extremas.

Pode, é lógico, ocorrer uma emergência, que você tenha que fazer algum serviço a noite, nestes casos, acenda logo as luzes da cruzeta, colete de segurança em que for fazer o trabalho, bem preso, cabo e passadores checados e re-checados, assim, não se tem nenhum fato desagradável.

Uma pessoa cair a noite no mar é complicação seria, muito difícil de ser encontrada!!!!!!

26- Use sempre o sistema de ter, em travessias ou não, os bujões de combustível de reserva cheios. Com a água a mesma providencia, isto é um fator de segurança. Hoje já existem desalinizadores, muitos veleiros os usam, já ate tivemos um, no começo do cruzeiro, depois preferimos voltar ao sistema tradicional, ele gasta muita energia e requer muita manutenção.

27- A noite em travessias é sempre bom uma garrafa térmica das grandes, com chocolate quente a disposição. Quem sai para o turno estará’ sempre tranquilo e aquecido. E quanto aos turnos, não abra mão deles Xará, com radar ou sem radar, sempre ter um tripulante de turno. O ideal é turno de 3 horas cada, iniciando as 18:00 hs e terminando as 6:00 hs. Está de bom tamanho, não cansa e todo o tempo ligado, nada de dormir nos turnos.

O Piloto Automático ou o Leme de Vento, fazem seus trabalhos perfeitamente.

28- Cuidado com os navios . é o lado ruim da família, só aprontam!!!!!!
Viu navio se manda rapidinho e fica monitorando ele no visual, mas patrulhe mesmo, porque eles adoram atropelar veleiros, principalmente os cargueiros de países orientais.
Não use radio ou sinais, que eles não respeitam o lance, é manobrar e fugir do bastardo.

Navio de carga é o pior elemento do mar. O Comandante vai dormir e o oficial de plantão descansar e fica tudo na mão de um irresponsável. Como o recalque é muito grande, se ele passar por cima ninguém vai escutar nada e ficam elas por elas. Existem centenas de historias terríveis que acabaram se perdendo nos meandros das cias seguradoras, ou seja ficou o dito pelo não dito.
Conhecemos inúmeras historias de arrepiar os cabelos, como também temos ciência de muitos cruzeiristas que optaram por tratar o assunto de forma radical.

O fato mais recomendável é ver navio se manda!!!!!!

Você pode alterar a sua rota tranquilamente, perder mais um dia ou dois, para você não ira fazer diferença. Para ele já é o contrario ,o irresponsável não terá’ como explicar ao Capitão o porque de um desvio tão acentuado, assim ele prefere te esquecer.

29- Todo veleiro Xará, tem os seus ruídos característicos. Você com o tempo saberá conhecer todos e o que significam. Assim, surgiu um barulho diferente, checa logo porque é problema. Normalmente é um aviso que damos , que algo não vai bem. E, como você já conversa com seu veleiro, de imediato entende o recado.

Preguiça, amanha vejo isto, deixar para depois, isto não tem espaço no cruzeiro a vela. é irresponsabilidade e da pior. A regra básica é:

“Barulho diferente checa imediatamente”!!!!!!!!!!!

30- Boas lanternas, grandes, medias, pequenas, que se possa usar com pilhas comuns, são fundamentais e sempre , mas sempre mesmo!!!!!! Checar suas luzes de navegação periodicamente. Ter um bom estoque de lâmpadas que você usa, para qualquer reposição. Pilhas comuns, tenha sempre a bordo com ate exagero. Custam muito pouco e são de grande uso em diversas circunstancias.

Aqui fora material náutico não é coisa de rico e o de salvatagem e segurança são propositadamente baratos para todos terem. Assim, invista sempre muito e bem neste ponto.

31- No veleiro pode-se ter todo o tipo de eletrodomésticos. Um liquidificador, processador de legumes, espremedor, microondas, maquina de fazer pão, etc. O que só dará prazer e conforto. Luxo, é luxo, supérfluo, conforto não, todo mundo gosta e deseja.

Nas travessias, você deve estar ligado no consumo de energia, no porto não há muito este problema, você esta ligado a forca de terra. Bem em países que não haja racionamento!!!!!!!!

Com o tempo você ira descobrindo uma infinidade de macetes e dicas e ira ampliar em muito esta lista. Aqui coloquei as coisas que achamos as mais importantes para você começar. Depois, com o tempo e a experiência, você estará sabendo muito mais das coisas.

Agora, conhecer tudo, Xará, a gente não conhece nunca, quanto mais você sabe das coisas de cruzeiro a vela, é que verá quanto ainda falta para saber. é nisto que esta a sabedoria!!!!!!!!

Pensar que já sabe tudo é besteira e da grossa, se lembra que te falei da humildade, a nossa companheira constante e sempre no cruzeiro??????

Pois é Xará, é por ai o caminho, ser prestativo, simpático e humilde, coisas que farão você ser apreciado em todos os locais e por toda gente e só trará para você boas amizades.

Isto não quer dizer que você seja subserviente, puxa saco, e outras besteiras, nada disto, você é uma cara legal, boa praça, gente fina, mas não é nem otário nem frouxo!!!!!!!!!

Em todo o mundo tem gente ruim, uns acham que você é um desocupado, irresponsável, inútil. Destes você deve ter paciência é uma minoria recalcada.

Outros são os espertalhões, que querem levar vantagem em tudo, destes a gente se afasta e nem pensa neles, pois só de pensar já está entrando no prejuízo!!!!!!

E tem o tipo folgado, valentão, que bebe, quer bater em todo mundo, mexer coma mulher dos outros, não respeita as caras. Estes Xará, a gente encara e mostra que Brasuca é diferente e pode ter certeza, você com a razão vira um gigante.

Você agindo sempre assim, será respeitado e não terá nenhum problema, os covardes e fanfarrões sabem exatamente onde amarrar o seu barco!!!!!!

E alem disto a nossa família cruzeirista, diz tudo para você, quem é quem, nem se preocupe!!!!!!!!

Bem Xará, estão ai algumas dicas, não é muito, mas já dá pro gasto. De resto, é ir vendo e aprendendo, porque no mar você estará numa escola, faz o 1*, o 2* grau, Universidade, Mestrado, Doutorado, etc... é uma experiência incrível e constante.

E você ira perceber isto, quando chegar em terra e ver quanto desperdício, quanta mancada, soluções complicadas para problemas simples. E, então, irá dar um valor tremendo a tudo que a vida de cruzeiristas te ensinou.

E o mais importante, você ira descobrir que se tornou outra pessoa, uma criatura incrivelmente diferente e para melhor, muito melhor do que aquela que você era.

Aprendeu a conhecer você e seus limites e ver aos outro de uma forma diferente. Como nunca pensara.

Você agora Xará, é um homem que superou os seus medos e temores, que soube aprender com paciência as lições da natureza e começou a perceber que em muitas ocasiões as palavras são de prata, mas o silencio é de ouro.

Começou a viver seu mundo interior mais intensamente.

Faca seu cruzeiro, curta bem a sua viagem, a sua nova vida e deixe seu legado as gerações futuras, pois você é um vencedor. Com toda certeza admirado por seus amigos e respeitado pelos indiferentes, pois você não terá inimigos!!!!!!!

E se algum dia, cruzarmos nossos veleiros, não se esqueça que você é meu Xará, meu amigo do “peitaco” , e no GUARDIAN você manda!!!!!!!!

Ate o nosso encontro!!!!!!!

Eu, o GUARDIAN, seu amigo para sempre!!!!!!

Valeu Xará, foi legal te conhecer!!!!!!

Reportagem : João de Albuquerque (O Sombra)

João Francisco Sombra de Albuquerque (O Sombra) viaja com sua família pelo mundo a bordo do veleiro Guardian. Mensalmente ele escreve matérias de suas aventuras para a Revista Turismo. Acompanhe sua Saga!