A Importância do Marketing de Serviços no Turismo - Ago/03

Voltar

O potencial turístico do Brasil é muito grande. No entanto, ainda não somos uma potência turística. No ranking da Organização Mundial do Turismo (2000), o Brasil ocupa apenas o 29º lugar, muito pouco para quem tem um dos maiores potenciais turísticos do planeta. Um dos principais motivos é que só agora estamos despertando para esta a realidade.

O turismo é hoje uma das maiores fontes de emprego e renda no mundo em que vivemos. Mundo que aposta na globalização econômica, onde a tecnologia e o desejo de consumo encurtam as distâncias. O futuro chegou e, com ele, o turismo cresceu de importância.

Faça um teste: pergunte a pessoas de gostos e poder aquisitivo variados que destino dariam ao dinheiro caso ganhassem uma bolada na loteria, por exemplo. A maioria responderá, com certeza, que irá viajar. Além de ser um grande sonho de consumo, elas têm muitos motivos para viajar: negócios, lazer, saúde, cultura, esportes e aventura, religião e muitos outros.

O Brasil tem atrativos de sobra: belezas naturais, praias, florestas, cidades históricas, cidades modernas, centros industriais, um rico calendário de festas e eventos, culinária, festivais de música e arte, acontecimentos esportivos, estações de cura e mais de uma infinidade de motivos para atrair turistas internos e também do exterior. Por isso, podemos afirmar que o Brasil é o país do turismo.

É neste contexto que entra o Marketing de serviços. Para que o visitante goste, retorne e indique a visita para um número grande de potenciais turistas, é preciso que a rede de serviços funcione da forma como o visitante estava esperando. A qualidade do atendimento e o tipo de recepção são fundamentais para que o serviço conquiste o turista. Afinal, turismo há muito tempo deixou de ser razão para ser emoção. Quem vai a um congresso quer se emocionar e sentir-se realizado igual alguém que vai a uma praia ou para Aparecida do Norte, no estado de São Paulo. Não importa o local, o turismo é movido à emoção e os profissionais precisam cuidar bem da qualidade no atendimento para não frustrar os turistas.

Veremos mais adiante como essa disciplina poderá no ajudar a conquistar mais visitantes para as localidades e empresas turísticas. Promoção e publicidade são interessantes para o turismo, mas melhorar a qualidade do serviço prestado é mais barato e ajuda sensivelmente no aumento do número de visitantes.

Li neste mês o livro "O Ócio Criativo" resultado de uma entrevista feita pela jornalista Maria Serena Palieri com o sociólogo do trabalho italiano Domenico de Masi, escritor do brilhante livro "O Futuro do Trabalho". Neste livro, que indico a leitura para todos, Domenico mostra como é importante o ócio para a vida do homem. Defende, também, a redução da jornada de trabalho, tornando-a mais objetiva e, em conseqüência, mais produtiva a hora trabalhada. "O homem que trabalha perde tempo precioso", é o lema que flutua na tela de computador de Domenico. O lema sintetiza sua teoria: "o futuro pertence a quem souber libertar-se da idéia tradicional do trabalho como obrigação e for capaz de apostar numa mistura de atividades, onde trabalho se confundirá com tempo livre e estudo. Enfim, o futuro é de quem exercitar o 'Ócio Criativo'".

Autor: Antenor Roberto Pedroso Beto
Professor dos Cursos de Turismo e Marketing
Coordenador do Curso de Turismo das Faculdades Objetivo
Rio Verde - GO

Voltar