Paris tim tim por tim tim - Out/03

Voltar

Posso dizer sem medo de errar que Paris é sem dúvida um dos mais belos lugares do mundo.

Quando decidir vir para Paris, busquei algumas informações “básicas” não somente sobre a cidade mas também sobre o povo parisiense. Confesso que fiquei um pouco assustada com a fama de arrogante que possuem os franceses, mas foi com um imenso alívio que ao chegar em Paris constatei que estava completamente enganada! Não posso dizer que me senti no Brasil pois existe uma grande diferença cultural entre Europeus e Sul americanos mas desde o primeiro momento fui muito bem recebida pelos franceses.

Logo na Imigração Francesa, fui saudada com um Gentil “Bom Dia” (Em português). Nem acreditei ... Fiquei até emocionada com o esforço daquele rapaz em falar a minha língua. Também não deixei barato, ao sair sorri e disse: Merci Beauco.

Na verdade, esse é o segredo para ser bem tratado em Paris. O povo Parisiense, não é grosseiro, eles apenas valorizam certas expressões que muitas vezes esquecemos de usar em nosso país, como: Bom Dia, Obrigada, Por favor ... (Bonjour, Merci, S´il vous plaits). Essa sim é a primeira lição para quem deseja vir á França, você precisa ter um vocabulário á altura dessa cidade tão cheia de glamour.

Como havia vindo da Inglaterra, mais especificamente de Londres, o primeiro choque que tive foi perceber a limpeza da cidade. Paris brilha de tão limpa! Não estou me referindo a apenas lugares turísticos como Bastille, Concorde, Montematre, Torre Eiffel ... Falo também de lugares que não são para turistas, como Levallois, Saint- ouen, Asnières- sur- Seine, Neuilly- sur- Seine, Rosny- sous- Bois, Saint- Denis. Tudo isso inclui também as estações de metrô. São Limpíssimas!!! Desde a Linha 1 que é a mais sofisticada até as mais antigas como a linha 3 e a linha 13. Existe realmente um mau cheiro no metrô, mas este por sua vez, vem de algumas pessoas, que por um motivo social ou cultural, não tomam banho freqüentemente. Pode-se inclusive perceber de quem vem o tal odor”.Para ser mais honesta, cheguei em Paris há apenas 3 meses e nunca vi um rato! Se realmente existem aqui em Paris, e eu realmente acredito que devem existir, eles foram muito bem instruídos a permanecerem longe das pessoas.

Persistindo ainda no “Ponto da limpeza”, existe um detalhe muito interessante; Em boa parte da Champs Elysées, a avenida mais badalada de Paris, não existe um cesto de lixo. Sei disso, porque certa vez caminhei da estação Charles de Gaulle - Etoile até a estação Franklin D. Roosevelt com um papel de sorvete na mão sem ter onde jogar. O mais incrível é que apesar disso a avenida permanece impecavelmente limpa! A cidade conta com a mão-de-obra de alguns homens que em seus carrinhos, tipo um aspirador gigante, recolhem e limpam toda calçada.

O calor foi algo que nunca em minha vida imaginei que pudesse existir na Europa. Cheguei a pegar 42º graus no início de Agosto! Pude então aproveitar para caminhar pela “Paris Plage” ... Uma delícia! Chuveiros e espreguiçadeiras espalhadas por boa parte do Rio Senna. Crianças andando de patins, idosos caminhado e jovens aproveitando o sol para se bronzearem.

Uma outra opção são os Parques. Difícil mesmo é escolher um entre tantos belos parques que Paris Possui. Posso sugerir dois, o Bois de Vincennes e o Bois de Boulogne.

A Torre Eiffel lindíssima !!!! Dá até para sentir o coração bater mais forte quando se está diante dela. Cheia de luzes que permanecem acessas nos primeiros 15 minutos de cada hora a partir das 21:00. Uma emoção única e inexplicável.

Paris é pura arte, do começo ao fim, dos fantásticos museus como o do Rodin, D´Orsay, Pompidou e o próprio Louvre, até as belíssimas igrejas, Madeleine, Notre - Dame, Sacre -Coeur ...

A noite pode-se escolher o que deseja ouvir, comer e dançar. Se a dúvida persistir, uma boa pedida é a Bastille. Lá você pode encontrar um pouco de tudo. Normalmente não se paga para entrar nas danceterias, então você pode ir de um lugar para o outro sem nenhum prejuízo.

A violência foi algo que por mim passou completamente despercebida (como os ratos). Não pude presenciar se quer um “Batedor de carteira” ... Andei pelas ruas à noite, fui bairros de classe baixa e o máximo que consegui foi à atenção de alguns homens me chamando para um programinha. Ah! Esse também é um ponto importante! Seja educada com as pessoas mas NÃO FACILITE COM OS HOMENS! Os franceses não são nada bobos ... e se você não souber dizer quando um homem está sendo desagradável, vai ter um francês chato agarrado em você durante toda a sua viagem. O segredo é gritar e bufar! Eles vão sair rapidinho!!!

Bom, Paris é tão fascinante que ainda estou por aqui ... Não me canso de ser turista em Paris, não me canso de repetir quão maravilhoso é esse lugar e não me cansarei de recordar os momentos maravilhosos que vivi, vivo e viverei nessa cidade cheia de Luz.

Por: Diana Micucci

 

 

Mande o seu diário também, clicando na cartinha ao 
lado, e conte para outros internautas como foi a sua viagem